RuPy Campinas

RuPy Campinas

20 de junho de 2015, Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) - UNICAMP


Sobre

O evento para apaixonados por desenvolvimento acontece agora também em Campinas-SP. Tudo sobre Ruby, Python, JavaScript e o que há de mais incrível perto de você.

Localização

Avenida Albert Einstein, 400. Campinas, São Paulo

Palestrantes

  • André Luis Anastácio

    André Luis Anastácio

    Desenvolvedor Ruby, apaixonado por game development e Clojure.

  • Capi Etheriel

    Capi Etheriel

    Contribuidor de diversas tecnologias livres e abertas para a web, entre elas Scrapy, Drupal e CasperJS. Como ativista por dados abertos, adora raspar dados da web junto à rede Transparência Hacker. Também desenvolve jogos de tabuleiro com a Quequeré Jogos e integra a trupe do Ônibus Hacker.

  • Cássio Zen

    Cássio Zen

    Trabalha com programação há mais de 10 anos tendo atuado no Brasil e nos EUA desenvolvendo projetos para grandes marcas como Google, Coca-Cola, Itaú, Unilever entre outros. Atualmente trabalha como consultor após ter sua startup adquirida no final de 2014 e até agora não decorou o caminho de casa pro trabalho.

  • Fabio Akita

    Fabio Akita

    Co-fundador da Codeminer 42, empresa de desenvolvimento de software principalmente para startups. Desde 2008 é o criador e organizador do Rubyconf Brasil, uma das maiores conferências de tecnologia da América Latina. Tem experiência de 20 anos no mercado de software, tendo passado pelo mercado de grandes agências, consultoria SAP corporativo e pelo primeiro boom de startups em 2000.

  • Guilherme Garnier

    Guilherme Garnier

    Desenvolvedor de software com mais de 10 anos de experiência em linguagens como C++, Java, PHP e Perl. Atualmente, trabalha com Ruby on Rails na Globo.com. Mantém seu blog em http://blog.guilhermegarnier.com

  • João Moura

    João Moura

    Co-Fouder da Gioco Pro, entusiasta das novas tecnologias, Startups e Open Source. Escritor para o SitePoint e palestrante de conferências internacionais e nacionais.

  • João S. O. Bueno

    João S. O. Bueno

    Consultor e desenvolvedor em Software Livre desde 2001. Trabalha com a linguagem de programação Python, e é contribuidor do projeto GNU Image Manipulation Program (GIMP) . Realizou projetos com várias empresas, ressaltando-se colaboração no desenvolvimento de portais web como o do Sebrae Nacional, Brasil.gov.br e da revista CartaCapital. Foi membro diretor da Associação Python Brasil de 2009 a 2013. Atualmente é desenvolvedor Python na Titans Group.

  • Julio Marins

    Julio Marins

    Desenvolvedor, violinista e nômade digital. Formado no CEFET/RJ, é frequentador do Coding Dojo Rio e organizador de dojos apoiando a comunidade compartilhando código e conhecimento.

  • Leandro Zanotto

    Leandro Zanotto

    HPC System Engineer no Centro de Engenharia e Ciências Computacionais na Unicamp, com otimização de sistemas de dinâmica molecular e bioinformatica, utilizando tecnologias multicore e manycore.

  • Luciano Ramalho

    Luciano Ramalho

    Ramalho é autor do livro Fluent Python (O'Reilly, 2014) e sócio/professor em Python.pro.br, oferecendo cursos in-company e também online. Foi diretor técnico do Brasil Online, primeiro portal da Abril na Web, lançado uma semana antes do UOL. Depois liderou times para os sites IDG Now, BOL, UOL, AOL Brasil e outros, usando Python desde 1998. Palestrante em eventos internacionais como PyCon US, OSCON ajudou a criar a Associação Python Brasil e foi seu presidente. É membro da Python Software Foundation e fundador do Garoa Hacker Clube, o primeiro hackerspace do Brasil.

  • Mateus Ortiz

    Mateus Ortiz

    Criador do Web Components the Right Way entre outros projetos. Front-end Developer, já trabalhou como Front-end na Megaranto.com e em outra agencia. Paranaense, gosta muito de open source e na maioria do tempo contribui.

  • Oscar Esgalha

    Oscar Esgalha

    Hacker por hobby e profissão. Brinca de programar há 8 anos e há mais de 4 é pago para isso. Formou-se em Ciência da Computação pela Unicamp no fim do ano passado. Gosta de tecnologias novas, hackathons, FOSS, startups e recentemente adquiriu gosto por conferências como esta.

  • Rafael França

    Rafael França

    Desenvolvedor de Software e membro do Rails Core Team.

  • Renzo Nuccitelli

    Renzo Nuccitelli

    Engenheiro de Computação formado pelo ITA. Especialista em programação web no Google App Engine, usa Python desde 2009. Foi Diretor de Tecnologia na startup de educação QMagico, Apaixonado por dar aulas, é professor da Fatec onde ministra as matérias de Orientação a Objetos e "Applicações para Internet Utilizando Banco de Dados". Já palestrou em eventos como Google Developer Bus, DevFest, Rupy e Python Brasil. Escreve sobre tecnologia em seu blog.renzo.pro.br e no IMasters, onde é colunista.

Agenda

08:00
  • Credenciamento / café da manhã

08:40
  • Abertura oficial

09:00
  • AMS e Rails, construindo APIs com s2

    João Moura

    Muitas pessoas tem utilizado Rails para construir APIs externas e internas, mas construir uma API de boa qualidade pode ser difícil, e performance é um elemento chave para esse objetivo. Gostaria de dividir algumas das minhas histórias construindo APIs, e compartilhar como o Active Model Serializer, component do Rails-API me ajudou nesse processo. AMS tem sido utilizado por milhares de aplicações ao redor do mundo, ajudando a trazer convenções para a criação de APIs e manipulações de JSON. Nessa palestra vou falar também sobre a nova versão do AMS, novas funcionalidades, o futuro e como temos nos esforçado pela possibilidade de estar integrado no Rails 5.

    Slides

  • O segredo dos Web Scrapers

    Capi Etheriel

    Os dados estão todos na web. Alguns projetos oferecem APIs especializadas, mas você já tem toda a interface que precisa no HTML. Pegar os dados da web pode ser uma delícia usando tecnologias especializadas: nossas favoritas são o framework Scrapy (Python) e o browser programático CasperJS. Em ambas as tecnologias, veremos as linguagens dinâmicas dando o seu melhor para trabalhar com programação funcional e retornar os dados que nos interessam!

10:00
  • Ruby Além dos Trilhos

    Rafael França

    O Rails ao longo dos últimos anos se tornou uma plataforma bastante sólida e respeitada. E boa parte desse sucesso é atribuido a uma comunidade inovadora, vibrante e bem "opinionada". Como consequência, hoje temos um vasto leque de bibliotecas, padrões de projeto, convenções e boas práticas à nossa mão. Porém, quando não somos criteriosos, todos esses recursos podem facilmente trazer uma grande dor-de-cabeça: o inferno da manutenção. Complexidade desnecessária, alto acoplamento, indireção, todos esses fatores acabam nos atrapalhando quando estamos evoluindo nosso software. Nesta palestra visitaremos alguns exemplos reais desses problemas e aprenderemos como enxergar além para evitá-los, trazendo de volta a tranquilidade ao nosso dia-a-dia de desenvolvimento.

    Slides Vídeo

  • Python e a Invasão dos Objetos Inteligentes

    João S. O. Bueno

    A linguagem Python oferece vários mecanismos para personalizar a criação de objetos, bem como o acesso a seus atributos. Esta apresentação mostra exemplos ao vivo de alguns dos principais meios que o Python dispõe para acrescentar capacidades à hierarquias de classes - permitindo a criação de mapeadores objeto-relacionais, introspectar bibliotecas e objetos nativos mapeados para Python, permitir anotações e desenvolvimento "orientado a aspectos", computação "lazy" e matemática simbólica dentre outras funcionalidades. O trabalho passa pela demonstração e explicação dos "decorators" em Python, como funcionam as "properties", e o mecanismo utilizado pela linguagem para o uso de métodos de objetos: os "descriptors". Os objetivos da palestra são: esclarecer como os principais frameworks, ORMs, e bibliotecas em Python podem fazer suas "mágicas", aparentemente mudando o comportamento da linguagem; e dar idéias de como se implementar técnicas semelhantes em sistemas próprios.

    Slides Vídeo

11:00
  • Desbravando Web Components

    Mateus Ortiz

    Descubra como esse conceito formado por cinco novas especificações (Templates, Decorators, Shadow DOM, Custom Elements, Imports) irá revolucionar o modo como desenvolvemos e interagimos na web. Com ferramentas como Polymer e X-Tag, podemos começar a tirar proveito desta nova tecnologia hoje. Vamos dar uma olhada em alguns dos elementos surpreendentes que já estão sendo produzidos, e explorar como você pode começar a aproveitar-los em seus próprios projetos.

    Slides Vídeo

  • Tunando seu código Ruby

    André Luis Anastácio

    Você acha que não tem problemas de performance na sua aplicação? Nessa talk vou mostrar alguns métodos de benchmark/profilling para você descobrir como tunar a sua aplicação Ruby/Rails. Alem de mostrar códigos que utilizamos no dia-dia que podem comprometer a performance da sua aplicação.

    Slides Vídeo

12:00
  • Almoço

13:30
  • A evolução de uma arquitetura distribuída

    Guilherme Garnier

    Quando um produto cresce, um dos maiores desafios é como evoluir a arquitetura de maneira sustentável. Nesta palestra, será apresentado como a plataforma criada para o Globo.tv cresceu e evoluiu com o projeto Globosat Play. Entre os desafios, como permitir que mais de um time trabalhe na mesma plataforma, como compartilhar componentes e como atualizar um projeto sem quebrar o outro.

    Slides Vídeo

  • Programando a Felicidade

    Renzo Nuccitelli

    Bate papo sobre envolvimento com a comunidade Python e como isso impactou minha vida de maneiras inesperadas, me levando a uma experiência de trabalhar apenas 2 dias por semana no último ano e meio, viajar para 5 estados do Brasil e estar com passagem marcada para conferência no Canadá. Afinal, é possível isso sem ser rico? Apareça e contribua com a discussão ;)

    Slides Vídeo

14:30
  • Novas linguagens: o que vem depois do Ruby

    Fabio Akita

    Mesmo sendo um Rubista não significa que não estamos prestando atenção às novas ondas de linguagens. Nos últimos anos vimos um crescimento no nascimento de novas linguagens, desde Groovy, Scala, Clojure, GoLang, Swift, Rust, Elixir, isso sem contar o renascimento do Javascript. De onde vem essas linguagens? Por que elas existem? Quais devemos prestar atenção? É impossível responder satisfatoriamente a todas essa perguntas, mas vamos tentar pelo menos trazer alguma perspectiva.

    Slides Vídeo

  • Como aumentar o desempenho de sua aplicação com Python

    Leandro Zanotto

    Esta palestra irá abordar técnicas para identificar problemas e utilizar melhor o hardware que temos hoje utilizando Python bem como mostrar o que temos disponível atualmente auxiliando quem busca maior desempenho em sua aplicação.

    Slides Vídeo

15:30
  • Coffee-break

16:00
  • Meteoro de pegasuuus! Desenvolvendo aplicações com Meteor.js

    Julio Marins

    O que é esse framework que o pessoal anda falando por ai? É node mesmo ou bruxaria realtime? Nessa palestra vou explicar como funciona o Meteor com sua dinâmica própria e "inovadora", ensinar como criar uma aplicação, seus prós e contras e tirar dúvidas

    Slides Vídeo

  • Girando Pratos: Concorrência com Futures em Python

    Luciano Ramalho

    Novidades como o módulo `concurrent.futures`, delegação de co-rotinas com `yield from` e o módulo `asyncio` representam um capítulo novo na evolução de Python, e são as melhores razões para migrar para Python 3. Esta palestra mostrará como essas ferramentas tornam a programação concorrente acessível até mesmo para programadores casuais, com aumentos dramáticos de desempenho em clientes e servidores na rede.

    Slides Vídeo

17:00
  • Usando Ruby em (quase) qualquer lugar

    Oscar Esgalha

    Ano passado foi lançada a primeira versão estável do mruby, um interpretador mais leve e embedável da linguagem de programação Ruby. No entanto, ainda é difícil encontrar tutoriais mais completos ou exemplos bem documentados, sobre como de fato utilizá-lo. O objetivo desta palestra, que será bem prática, é ensinar como criar extensões (mrbgems) e demonstrar uma aplicação completa que usa Ruby sem que a máquina do usuário precise ter um interpretador instalado.

    Slides Vídeo

  • React e Flux: uma nova abordagem pra aplicações de alto desempenho

    Cássio Zen

    React é uma biblioteca JavaScript para criação de interfaces de alto desempenho baseadas em componentes. Flux é uma arquitetura para desenvolvimento de aplicações que complementa o React. O objetivo dessa palestra é apresentar as tecnologias de forma prática e mostrar como elas podem ser empregadas no seu próximo projeto.

    Vídeo

18:00
  • Encerramento oficial

Patrocinadores

Ouro

Bronze

Parceiros